Loading...

Apresentação

Qualifica4Agro

Qualifica4agro

O projeto assenta numa estratégia de aproximação à realidade empresarial das regiões de intervenção, através de atividades muito focalizadas na resposta às falhas de mercado detetadas ao nível da qualificação das PME, recorrendo a uma linguagem de proximidade que seja facilitadora da adesão das empresas à adoção de inovação nos seus negócios e alicerçada numa política de cooperação quer entre os copromotores, quer com as PME beneficiárias, quer ainda com os atores locais do ecossistema associado à promoção e valorização dos produtos endógenos.

O Qualifica4Agro assume-se como uma ação coletiva, abrangente e não discriminatória que visa qualificar as PME para o melhor aproveitamento económico de um potencial rico, diversificado, não replicável e diferenciador de um património natural e cultural que se identifica com recurso endógeno associado à fileira agroalimentar.

Para implementar esta estratégia o Qualifica4Agro definiu uma metodologia participada, envolvendo os diversos copromotores e parcerias mais alargadas da rede de intervenção de cada copromotor, assente em 5 eixos fundamentais sobre os quais assentam 7 atividades distintas e complementares entre si sendo 5 atividades estruturantes e 2 atividades de suporte.

Eixos de intervenção/objetivos operacionais:

Eixo 1 Qualificar em Marketing digital que tem como objetivo fomentar o uso de ferramentas digitais no marketing e comercialização dos produtos endógenos de elevado valor acrescentado com base nos valores imateriais associados aos mesmos e capacitar as empresas para o uso das TIC nestes processos (indústria 4.0)

Eixo 2 Qualificar em apresentação de produtos em contexto promocional cujo objetivo é capacitar as PME para uma apresentação eficaz de produtos endógenos em ações de promoção incluindo técnicas de degustação, demonstração e exibição

Código do projeto

POCI-02-0853-FEDER-036249

Região de intervenção

Alentejo, Centro e Norte

Objetivo principal

Visa promover a inovação organizacional e marketing nas PME do setor agroalimentar com atuação na produção e comercialização de produtos endógenos, através da qualificação dos seus agentes para a transformação empresarial e implementação de tecnologias i4.0 nos seus modelos de gestão.

Entidade beneficiária

CATAA- Associação Centro de Apoio Tecnológico Agro-alimentar de Castelo Branco, ACICB – Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa, ADPM – Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola, Associação Empresarial de Ponte de Lima.

Data de início

01/01/2018

Data de conclusão

31/12/2019

Custo total elegível

575 663,10 €

Apoio financeiro da União Europeia

489 313,63 €